quarta-feira, 3 de outubro de 2007

O DIA

Vou falar de poesia
se não eu esqueço
mal nasce o dia
eu nem amanheço
entre rabiscos e traços
cato cacos de emoção
dentro dos olhos da canção
falo de poesia
enquanto compro o pão
mal finda o dia
e ainda não consegui traduzir teu coração...
MAURO ROCHA 03/10/2007

Um comentário:

almir disse...

beleza, tá indo muito, depois de ler T.S Elliot. Tá bom