sábado, 3 de março de 2012

GUERREIROS DE FOGO

O anjo negro cavalga nas nuvens
As nuvens pintam de negro o céu
A tempestade de fogo tem início
O caos é instalado no mundo...

Como num pesadelo
Estou suado
Pessoas gritam
O caos está instalado...

Impérios ficam no chão
Os cavaleiros do apocalipse varem a multidão
Como num pesadelo
Pessoas gritam...

Peguem suas armas
Façam suas orações
Libertem suas almas
Existe dor, lágrimas e nem um coração...

Acordei assustado e ainda era noite
Olhei para a cidade e só ouvia a sinfonia dos grilos
A cidade dormia com a cumplicidade da lua
Os anjos observavam o caminhar do dia...

A esperança cavalga no vento
O amor distribui desejos no tempo
Vou até a cozinha e bebo um copo de água
Sento-me a cama e vejo o sol anunciar o dia...

O dia começa
Com os trejeitos do cotidiano
Como guerreiros, vamos à luta.
Dia após dia, ano após ano.

Somos guerreiros do fogo
O fogo da paixão
O fogo do amor
Que une os seres...

Ao som das trombetas dos anjos
Pelos caminhos do Senhor
Vou caminhando pela cidade e suas metamorfoses
Vou contando estrelas enquanto a lua me seduz para mais uma noite de sono...

Durmo... Feito criança...

MAURO ROCHA 28/02/12

2 comentários:

Lígia Guedes, disse...

Gostei!
Lígia Guedes.

Vivian disse...

...ainda bem que foi um sonho
que virou poesia.

bj, poeta!