quarta-feira, 22 de junho de 2011

PRÊMIO NOEL ROSA

PRÊMIO NOEL ROSA


PRIMEIROS LUGARES

1º Lugar - Marcele Aires

2º Lugar – Carmen Lamego Vidal

3º Lugar Mauro Rocha
 

QUANTA SAUDADE



Abri a janela cheia de cidade


Escutando Noel Rosa


Quanta saudade



Do bondinho, da Lapa


Do Cristo Redentor


Toda vez eu me pergunto: “Com que roupa eu vou”



E a vida que beleza, mas tão cheia de surpresa


E numa “Conversa de botequim”


Percebi como é simples ser feliz



E no domingo depois da praia


Em casa com uma cerveja gelada e um belo futebol


Tudo está completo com a “Menina dos meus olhos” embaixo do lençol



Como “Um pierrô apaixonado”


Vou seguindo a semana


Na ginga do malandro que também é bom de samba



Mas a vida sei que não é fácil


E quem nunca deu um “Palpite Infeliz”?


Pisei no buraco mas ainda sou dono do meu nariz



Agora vou deixar de “Filosofia”


Que estou atrasado e o ônibus não espera,


Mas digo de verdade: escutar Noel Rosa e como uma “Festa no céu”



MAURO ROCHA

3 comentários:

ღPat. Rochaღ disse...

Que lindas palavras!!! prêmio merecido por vários fatores, mas principalmente, pela competência em nos deixar presos às tuas palavras!

Um beijo cheio de saudades meu amigo.

Vivian disse...

...não é a toa que mereces
prêmios, e dos bons!

és um lindo, e seu poetar
é ímpar.

fico feliz quando me visita...

bj, alma linda!

Paula Barros disse...

Prêmio que bem merecia o primeiro lugar, bonito e criativo.

Gostei da foto dos dois grandes poetas juntos no Rio.

Parabéns, abraço.