segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

HOCUS POCUS

Com a alma vaga
As pegadas na calçada
Coadjuvante dentro da cidade
Você achou mais fácil trocar
Dor por medo
Gritos por segredos
Fogo por água
Amor por desejo
Luz por escuridão

E dentro do seu coração
Pássaros migram
Tempestades findam
Dias giram

Azul e negro
O céu muda de cor
Seus olhos mudam de cor
Seus lábios não sentem mais o mesmo sabor

De quando você era criança
Do primeiro beijo
Da mordida que faz sangrar
Do mar...
Você se projeta nos quadrinhos
Você viaja em romances
Ano após ano
Você renova seus pactos

Vive com seus fantasmas
Com medo do futuro
Mosaica seu passado
Vive de sorrisos mudos

Estendido no chão
De um ataque cardíaco
Encardido de feridas
Alma vaga

Vaga pelo tempo...

MAURO ROCHA 30/12/11

3 comentários:

Paula Barros disse...

Infelizmente acontece muito. E muitas almas vagas. Vagas de sonhos. Vagas de sentimentos. Vagas sem rumos. Cheias de muita coisa ruim.

abraço

Elcio Tuiribepi disse...

Olá Mauro...

Obrigado pela visita lá no Verseiro

Na vida temos o poder de escolher...somos responsáveis por nossas escolhas 100%...e não temos como fugir disso...

Que em 2012 sua vida continue sendo preenchida por bons sentimentos...que seus sonhos se realizem e caso não aconteça exatamente como voce imaginou...faça como Caio...rs

"Se amanhã o que eu sonhei não for bem aquilo, eu tiro um arco-íris da cartola. E refaço. Colo. Pinto e bordo. Porque a força de dentro é maior. Maior que todo mal que existe no mundo. Maior que todos os ventos contrários. É maior porque é do bem. E nisso, sim, acredito até o fim. "

Caio F. Abreu

Um abraço na alma...boa semana

Evanir disse...

Desejo uma seqüência de proveitosa realizações repletas de paz e felicidades.
Que tenhamos a Paz de Espírito para o discernimento correto de que estamos fazendo
e falando sempre com certeza que estaremos caminhando no caminho de Deus.
Uma linda semana a primeira de 2012.
Beijos carinhos.
Evanir.