segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

AO ENTARDECER

Sopra o vento e bate a porta...
...O destino...
Palavras tortas
O mundo diluído...
...Na solidão...
Como na canção
Procuro o refrão
Numa nota só
Só magia
Poesia
Citações
E o destino corre nas veias
Incendeia
Caminhos tortos
Caminhos lógicos
Uma estrela na mão
Uma saudade então
O que vai ser hoje?
Uma lágrima feliz
Ou um sorriso triste?
Um desejo perdido
Ou um abraço amigo?
E sopra o vento na mão riscada...
...O destino...


MAURO ROCHA 16/02/2009


8 comentários:

Tatiana disse...

Os bons ventos trouxeram-me aqui!
E espero voltar sempre.
Adorei tudo que vi e li!

Um abraço carinhoso

Luciana disse...

Muito boa a postagem gostaria de poder saber escrever assim, mas só o que entendo mesmo é de filmes, mas admiro quem escreve assim como tu.
Blade Runner é excelente.

Abraços.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

E quando o vento sopra...
Lindo querido poeta, lindo!

paula barros disse...

Na alma a emoção
Na vida a poesia
Traduzida pela palma da mão

bom dia!

Luciana disse...

Oi Mauro, hoje estou muito triste não tenho muito o que comentar, gostaria que tu lesse o meu perfil e tu vai entender.

Abraços.

Anna e Cesar disse...

Uma caneta
Papel
Melancolia
E o poeta solta a alma
atormentada alma poética...
Precisava ler isso hoje, poeta.
Eu precisava voltar aqui hoje...
Para ler o que passei o dia tentando dizer, mas não encontrei palavras...
Belo poema, parabens!
Ótima semana!
Com carinho fraterno,
Anna

f@ disse...

Sopra uma brisa suave
aperta-se o abraço...

Beijinhos das nuvens

Eduardo Santos disse...

Olá amigo poeta. Desculpe a entrada, mas ainda ando a visionar aqueles que aderiram ao "Tempo", sendo a primeira vez que participo, entendi tentar visitar aqueles que me fosse possível, por isso, aqui estou. Sou um aprendiz de poeta, ou amador, como lhe queiram chamar, mas sei distinguir os bons poemas e este é um deles, parabéns, certamente que não precisa que o diga. Gostei da forma como trata a nossa amiga poesia, sempre que puder cá voltarei. Obrigado pela atenção.