quinta-feira, 2 de abril de 2009

CIDADES DO CENTRO

Os braços abertos, as ruas abertas, atravessar o tempo
Nos sonhos eu desejo o mundo
O céu se fecha nos dias mais lúdicos

Meus lábios sussurram para a tempestade que se aproxima
Os mares dançam ao movimento da lua
Corro na chuva noturna

Meus sonhos é por um mundo melhor
Alguns fazem e acreditam
Outros acreditam e não fazem

Corro pelas ruas abertas, olho para o tempo
Meus olhos fechados pedem socorro
Meus olhos fechados só querem colo

Na manhã seguinte os braços abertos
Um abraço único
Estou de volta ao mundo

Meus lábios sussurram teu nome
Corro no sol diurno
Eu acredito na palavra

O amor não morre
Ele apenas fica quieto
Alguns acreditam

Outros esperam
Na chuva noturna
O dia seguinte de sol


Meus lábios sussurram teu nome
Nas ruas abertas
Que atravessam o mundo...

MAURO ROCHA 02/04/2004