sexta-feira, 11 de junho de 2010

FRATERNIDADE

O cosmo
Dois corpos
Olhares em fusão...

Os traços
Os abraços
O tocar de mãos...

As ruas imundas, os olhares fixos
Os trocados bem-vindos para juntar migalhas
Milhões e a esperança no ar...

Diante do espelho o corpo
Diante do desejo o rosto
Os traços, os braços, os irmãos...


MAURO ROCHA 11/06/2010

4 comentários:

Pat. disse...

A esperança é uma maneira de trazer nossos para realidade. O Amor fraterno gera esperança, anseia o contato para sentir-se amado e igualmente humano,

Beijos meu amigo.
Excelente fim de semana.

Tatiana disse...

Que poema lindo Mauro!
Ando sensível e ler algo assim é bom demais...Toca o coração com leveza!

Beijos com carinho e admiração

Chica disse...

Muito lindo,Mauro!abraços, lindo fim de semana,chica

Le Vautour disse...

Magnânimos versos, magnânima lírica, incontestável estro...
Isto é poesia.
Abraço de duas asas!