domingo, 16 de janeiro de 2011

CHUVA DE LÁGRIMAS

O que acontece no RIO?
Tanto choro, tanta desilusão
E em são Paulo não é diferente
Tanta morte, algo sem noção

É o grito da terra
Que roda o mundo
Nesse alerta
Não dá para ficar mudo.

São tristes as histórias
As percas, as demoras
E a Terra continua o aviso
Mundo afora

E toda semana é uma notícia diferente
Terremoto, furação, enchente
Chuva de granizo, geada, e muita morte
É muita história triste

Que a rima é uma só
A poesia fica com dó
E vamos rezando
Para que algo mude

E que nossa Terra amada
Tão castigada
Mas que devolve em dobro
Não morra de desgosto


O que acontece no RIO
É uma tristeza e dá calafrio
E em são Paulo não é diferente
Tanta morte, tanta dor, tanta gente...

Que vamos rezando
Para que algo mude...

16/01/2011 MAURO ROCHA

11 comentários:

Paula Barros disse...

Temos que rezar e temos que agir.
Não podemos dizer apenas: se Deus quiser, Deus quis assim, Deus é quem sabe...
Precisamos ter responsabilidades, desde o lixo que jogamos nas encostas,nos rios, nos córregos..
Aos políticos que precisam ter ações com responsabilidades...
Todos precisam ter coerência, responsabilidade, honestidade...

Porque ainda vamos chorar muito. E você fala do Rio e São Paulo e temos Minas, Espírito Santo...e as cidades de Perambuco que depois de todos os atos de solidariedade, muitas famílias ainda estão vivendo em abrigos, em tendas, sem nenhuma condição digna de sobrevivêndia. Escolas fechadas porque estão servindo como abrigo.

Então precisamos rezar, para que mudemos os nossos atos.

abraço.

HSLO disse...

Venho rezando tanto por todas as pessoas que sofrem com tudo que está acontecendo no Rio. É triste demais.

Um grande abraço Mauro.


Hugo

Sergio disse...

Hola Mauro,

es muy triste lo que está pasando en tu país.

También están en mis oraciones.

Te dejo saludos argentinos y ánimos,

Sergio.

Alma Inquieta disse...

Mauro,

arrepia ver as noticias com tanta gente desalojada. A imagem da senhora puxada por uma corda é aflitiva!

Oxalá as coisas mudem e as ajudas cheguem o mais rápido possível.

Um beijo.

Também estão nas minhas orações.

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

o Rio é uma rima triste que une descaso com a vida, tolerância com o crime e tentativa de vencer a natureza

Majoli disse...

Oi meu amigo, seus versos são de dor, pois a realidade está dentro deles.
Muito me entristece tudo o que está havendo, como você mesmo disse, não só no RJ, SP, e sim pelo mundo afora.
É tanta dor.
:(
Beijos meu amigo.

Thaise Torres disse...

Mauro, muito obrigada pelo link. Já deixei aqui na barrinha de favoritos. O mais absurdo é que todos somos só humanos. Daí a sensação de que tudo o que podemos é rezar.
Abraço,

Clarice disse...

Poeta, nossa, há quanto tempo não visitava suas palavras tão boas.
Já chorei bastante vendo as imagens do Rio, é uma tristeza tão grande ... rezemos todos, poeta, afinal, poesia tb é uma forma de oração.
beijos da janela

Johnny disse...

Olá Mauro!
Que seu ano de 2011 seja repleto de bençãos para você e toda a sua família.
Aproveite e venha buscar seu Prêmio Blog de Ouro aqui no Johnny's Pub.
Abraços,
Johnny

Sônia disse...

É muito triste mesmo...
Mas é como diz a música do Raul:

Buliram muito com o planeta
E o planeta como um cachorro eu vejo
Se ele já não aguenta mais as pulgas
Se livra delas num sacolejo!


Um abraço!

Thaíza disse...

Passando para conhecer o blog do poeta, parabéns pela s palavras,felicidades em seu escritos.