quinta-feira, 20 de novembro de 2008

CONSCIÊNCIA NEGRA

A cor de tua pele
Nem sempre traduz
A força de tua alma
A beleza e o poder de tua palavra...

Teu passado foi escravo
Teu presente livre
Teu futuro consciente...

A cor de tua pele
É uma dádiva dos deuses
Daqueles presentes que provoca,
Fascina, dá medo

Pelo desconhecido
Que guarda tantos segredos
E tem tanto para mostrar

Tua pele é Negra
E teu orgulho é ser
E não estar.

MAURO ROCHA

9 comentários:

Bandys disse...

Nossa Mauro, que lindo!!

Tua pele é Negra
E teu orgulho é ser
E não estar.


Um beijo e um feliz feriado!

Jana disse...

Adoro esse poema!!!
Lembra que ele foi lido do programa "Sem Censura"?
Beijos

Claudia Perotti disse...

Excelente homenagem!
Beijinhossssssssssssss

ALZIRA disse...

Belo poema também gostei de:

"Tua pele é Negra
E teu orgulho é ser
E não estar."

Zek disse...

muito profundo ... e muito verdadeiro como sempre !!!

abs!!

Dry Neres disse...

Que lindo, Mauro... :)
Fiquei encantada com a profundidade.. perfeito poeta! PERFEITO!
Beeeeeeeeeeijo. :)

Aninha disse...

Bela homenagem,Mauro
!
Adorei a última estrofe:
"Tua pele é Negra
E teu orgulho é ser
E não estar."


Sucesso

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Oi Poeta

Minha pele alva que nem nuvem em dia de céu azul, não permite que as pessoas vejam minha alma negra, herança que carrego, com orgulho, deixada pelo meu pai e pelo pai do meu pai, filho de escravos. Negra como nuvem em dia de chuva.
E eu convivo, feliz, com essas duas partes de mim
beijo

Lampejos disse...

Poeta Mauro,

Bravo!

Com orgulho de ler poemas como este.
...

(a)braços,flores,girassóis:)