sexta-feira, 19 de março de 2010

TRAÇOS NA MÃO

Peguei o lápis e fiz uma escada
Peguei o papel e desenhei palavras
Hoje é dia e no circo tem poesia
Hoje é noite e a lua se despe de estrelas

O mundo abre suas portas
E eu sigo meus passos
Entre tempestades e tristes chuvas
Entre conhecidos e estranhos mudos

As asas do livro são suas páginas abertas
Hoje estou como Rodin e seu pensador
Intrínseco e liquidificado está o amor
E o outono chega para bagunçar árvores nas ruas

Peguei o lápis e fiz uma parábola
Peguei o papel e fiz um avião
A vida é um sopro na água
Meus passos driblam a solidão

O dia me traz um feixe ultravioleta
Traço palavras cruzadas nas noites com vinho
Abro a primavera com um desenho de borboleta
A vida é um mistério seguido de um sopro

Os anjos observam o mundo...Em alerta
Dos meus olhos tangem a cidade aberta
Qual a palavra certa depois do beijo e do desejo?
De costas mergulho em meu próprio abismo


O mundo abre suas portas
Sigo meus passos
Não procuro somente respostas
Aprendo com os caminhos e seus traços

Hoje estou como um anjo
Um anjo de asa quebrada
Observando o mundo e a palavra
Decifrando os mistérios que regem teu corpo...


Decifrando os mistérios que traçam meu rosto
O mundo se abre na noite nua
A cidade é quente numa sinuosa volúpia
O destino não escolhe a sorte no trevo

Desejo
Medo
Loucura
Amor e paixão na mesma mistura

Levanto pois já é tarde
Espero de frente à igreja
O que se faz com anjos sem asa?
Deseje..Apenas deseje...



MAURO ROCHA 19/03/2010














6 comentários:

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Mauro, que lindo!
Como eu gostaria d eter escrito isso!
Cheio de vida e sentimento

Amei!

Beijo!

Bandys disse...

Mauro,

Somos todos anjos com uma asa só,

Só voamos abraçados uns aos outros.

Beijos

Feliz sabado!

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

MEU QUERIDO POETA MAURO, POETA DAS ESTRELAS, DOS ANJOS E DAS IGREJAS E DA VIDA , SUA POESIA ME FAZ SONHAR......
TAMBÉM DESEJO PARA VOCÊ MEU POETA UM FINAL DE SEMANA PERFEITO.

Le Vautour disse...

Poeta, aqui eu deliro. Isto sim é poesia, pois é vida, é alma, é coração, é inteligência, é leveza, é liberdade, é tudo junto... um dia vou conseguir escrever algo parecido. Um dia.
Abração de duas asas!

EU SOU NEGUINHA disse...

Sensibilidade,poesia...Tudo isso pulsa em ti...
Bom demais te ler..
Beijos da Nega

[ rod ] ® disse...

Loucura e amor.. que boa mistura. Fiz samba com ela no Confraria hoje!

Tem doses de loucura e medicação.r.s.s.

Abs meu caro e obrigado pela poesia de sempre.



(http://confrariadostrouxas.blogspot.com/2010/03/louco.html)