terça-feira, 9 de setembro de 2008

AH!

Não invento
No vento
Acompanho o movimento...



MAURO ROCHA 07/09/2008

Um comentário:

Crisfonseca disse...

Olá poeta Mauro Rocha,
que bom que retornas, e que retorno fantástico.
Estes poemas de três versos são deliciosos e não raro profundos.
Os teus estão lindos de mais, adorei-os. Você é sim, um poeta e artista nato.
Beijos,
Cris