terça-feira, 9 de setembro de 2008

SOPRO

Leve, muito leve
Leve-me
De ultra-leve

MAURO ROCHA 07/09/2008

11 comentários:

Dry Neres disse...

Adorei o estilo..rsrs
Você tinha sumido?
Abraço, poeta.

paula barros disse...

Tinha visto seu nome lá em Zek, e estava por vir aqui. Mas foi bom ter ido lá avisar.

Esse estilo é leve. Bem leve. Bom de se ler.

Que bom que voltou.

Gostei. Da volta, do estilo, da criatividade.

Bandys disse...

Estilo rapido e leve,
gostei.
Fiquei feliz que voltastes!
beijos

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Você voltou!!!!!
Viva!!!!!
Que seja com hai-kai, com poemas, com trovinhas, com o que quiser... só não suma por muito tempo...
beijos felizes

Zek disse...

Que bom te ler de novo poeta....
passou o período de silêncio, é sempre inspirador um pouco de silêncio.

Abração.

PS: não prescisava se preocupar, abraço e beijo é coisa de brasileiro.... e somos !!!

Carla disse...

que bom o teu regresso...com toda esta leveza
beijos

Cristina disse...

lindooooooooooo palavras tão leves e rápidas como o vento.

Espero fazer chegar aí este beijo solto,leve e rápido como o vento.
CristinaBernardo

Claudia Perotti disse...

Adorei!
Beijinhossssssssss

Lampejos disse...

Poeta Mauro,

Levíssimo.

Parabéns pelo belo retorno!...





(a) braços, flores, girassóis:)

Poeta Mauro Rocha disse...

Quero agradecer a todo(a)s, pelas palavras e pelo apoio, estou de volta e terei muito prazer em visitá-los!!

um abraço!!

Klatuu o embuçado disse...

Belo minimalismo - um achado!