sexta-feira, 12 de setembro de 2008

METAPOESIA

Quando o silêncio quebra os vidros
É porque a dor ultrapassou os olhos
Numa dessas cenas de cinema
Numa dessas horas atrás da porta

Hoje eu acordei com uma flor na mão
Na verdade nem acordei, atravessei na contra-mão
O destino que a mim foi traçado
O destino que a mim foi dado num beijo malogrado

Hoje eu acordei com uma flor na mão
Hoje eu tive uma visão
Hoje eu tenho certeza da poesia
Hoje eu tenho certeza do amor que te oferto, noite e dia

Quando o silêncio se faz deserto
É porque o coração une-se ao pensamento
Na chegada de uma nova estação
De sentimentos misturados, paixão

Numa dessas cenas de cinema
Numa dessas horas que se bate à porta
Do destino traçado que grito
Do destino que te falo, que te amo...

MAURO ROCHA 12/09/2008

16 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Por motivos horríveis que não pude contornar, fui obrigada a fazer um post cala-boca. Pegue suas flores, não é preciso ler tudo.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Em tempo: Lindíssimo poema, não nos deixe mais

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Oi Poeta
Fico feliz em vir à sua casa e te encontrar... ilumina meu dia!
]Cadê os haicais? Duraram só um post? rs... Te gosto assim, escrevendo o que dá na telha (como diria minha mãe)
Estou sumida porque tudo sumiu... empregada, faxineira, etc... só não sumiram as roupas sujas, a casa suja, o serviço, a falta de tempo, snif...
beijos e bom restinho de domingo

GarçaReal disse...

Ao acordares com uma flor na mão , pareceria que serias uma visão envolta em ilusão....

Muito bom este poema

Bjgrande do lago

Carla disse...

acordar com uma flor na mão e ter a certeza de um destino traçado em cima da palavra amor...é perfeito
beijos

Bandys disse...

Mauro,
lindo poema.

Quando o silêncio se faz deserto
É porque o coração une-se ao pensamento
Na chegada de uma nova estação
De sentimentos misturados, paixão

Beijos

Clarice Lis disse...

E viva o amor! Viva a estação, da paixão e da paixão em palavras. Ainda bem que voltou.

Claudia Perotti disse...

Delícia de poema, Mauro!
Beijinhosssssssssss

f@ disse...

E a flor do silêncio do amor da poesia ...
emoção para a nova estação onde cai a folha e nasce a + bela flor...
beijinhos das nuvens

Zek disse...

A dor que ultrapassa os olhos, silencio que diz tudo......

Faltam-me palavras..

Abs

Ravnos_Blacklotus disse...

Estive sem internet, caro Mauro, eis que volto e me alegro com vossas palavras.
Belo texto

Um abraço

Crisfonseca disse...

Belissima poesia, simplesmente bela.
Abraços,
Cris

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Poeta:
São 3 horas da manhã. Mas como as coisas se acalmaram, fiz um post sobre um filme que todo mundo no mundo já viu e sempre vê de novo. Tirei aquele monte de flores e só deixei as do João. Esta postagem dá para ser bem apreciada.
Um abraço,
Renata
wwwrenatacordeiro.blogspot.com

Noslen ed azuos disse...

Daqueles que fala ao coração.

Abração
ns

Dry Neres disse...

Adorável!
Gostei mesmo..
:)

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Que lindo Mauro. Apareça.
beijos poeta!

黃立成Jeff disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,a片,AV女優,聊天室,情色