quarta-feira, 9 de julho de 2008

SONETO, SEM SOM, SEM ETO

As noites que nascem dia
Pelos caminhos da vida
Corre pelos rios
Acompanha o vento junto a um sorriso.

Tudo parece perdido
Quando se acha
Tudo parece domingo
Mas ainda é quarta.

Os pássaros estão sumidos
Os pombos não vão mais aos correios
Carta? Não!! hoje é tudo por e-mail
Na metade da manhã, tablete sem recheio.

Leio Cecília
Transverberado Clarice
Entre um tango e outro de Gardel
Papéis e poemas jogados no céu.

Fumaças disfarçadas de nuvens
Ruas, espelhos, sinais
Livros, bocejos, vinténs
E a tv descontrolada de canais.

Tudo parece mas nada é igual
Tudo acontece na coluna social
Segredos são selados
Ao teu lado estão os desejos...

Assovia o vento vespertino
No espelho ainda me vejo menino
E tudo que o tempo me dá guardo no dia anterior
E tudo que posso te dar é o real do surrealismo amor.

MAURO ROCHA 09/07/2008










11 comentários:

Não tente me entender... disse...

"Tudo parece domingo
Mas ainda é quarta."

A minha vida é assim...um eterno domingo...não que eu não faça nada, mas eu aproveito todos os minutos que ainda me restam...não que eu esteja doente, mas para morrer, basta estar vivo!

Adorei a poesia!
Me veio um pensamento de que você está sem eira nem beira...

Bem, receba o meu abraço de pura amizade!
Fique com Deus!

Poesia! disse...

olá!
gosto muito de sua pagina e quero uma parceria com vc!
temos um blog de SARAU AMPLIFICADO!
e contamos com seu apoio!
divulgue sua pessoa em versos!

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Que bonito Poeta, adorei!

mundo azul disse...

Lindo o seu poema!!!
O tempo passa e por vezes, não conseguimos acompanhá-lo.
É difícil deixar no caminho, algumas flores das quais gostamos...
Beijos de luz!

paula barros disse...

Gostei do poema.
Gostei mais ainda do momento que fala da esposa, filha, e de escrever por que tem febre.
Deve ser uma doença contagiosa, pois fico querendo ler cada vez mais.

Lampejos disse...

Poeta Mauro,

Obrigada pela beleza,por compartilhar conosco teu soneto.

Magnífico!



(a)braços,flores,girassóis :)

ALZIRA disse...

gostei do Som sem Eto, muito bom

Entre o Fascínio e o Pensamento disse...

Teus textos são intraduzíveis, quanto à beleza e força..
Me deleito sempre!!
Esse soneto tem som, escutei os pássaros a cantar mesmo com o barulho da TV..

;)

Dry Neres

Zek disse...

Tudo parece domingo
Mas ainda é quarta !!



Ontem foi assim ....

Carla disse...

adoro essas noites que nascem dia...adoro as tuas palavras tão rocasem sentires!
beijos

Entre o Fascínio e o Pensamento disse...

Eu não conhecia a música "Atrás da Porta" do Chico..
Vi a letra e gostei muito..
Realmente tem muito semelhança nas idéias.. É bem isso mesmo..
=(

;)

Dry Neres.