terça-feira, 15 de abril de 2008

ENVELHECIDA EM BARRIL

A morte e seus segredos seculares
A morte e suas explicações inexplicáveis
A morte, por ela mesmo
Tentamos tanto entender
Mas chega na hora e não entendemos ...

A morte...



MAURO ROCHA 15/04/2008

Um comentário:

Crisfonseca disse...

olá Mauro Rocha
Seus poemas são lindos, adoro vir aqui, me sinto super bem
Muito obrigada pelas suas palavras e pela visita, volte sempre
Beijos,
Cris