terça-feira, 29 de abril de 2008

ESCREVO

Escrevo o que sinto
Com a alma em cinzas
Vagando por este vento sinistro
Derramo meu pranto
Em noites longas
Com o corpo em chamas
Plantando palavras
como quem ama.

MAURO ROCHA 1988

9 comentários:

Ravnos_Blacklotus disse...

Creio que me sinta assim.

um abraço.

Martha Barbosa disse...

Postar árvores ... esta poesia tocou fundo.
Fiz postagem nova se tiveres tempo apareça por lá.
marthacorreaonline.blogspot.com

Claudia Perotti disse...

"Plantando palavras" - Adorei!
Beijinhosssss

CATARINA POETA disse...

Alma de poeta, fico feliz sempre que encontro com uma...
Beijo!
Catarina Poeta

Carla Esposito disse...

O Sentir, nas mãos do poeta, ganha um milhão de significados.

Poeta Mauro Rocha disse...

Ravnos, tens alma de poeta.

Martha,
que bom!!

Claudia, Plantar palavras para colher poesia!!

Catarina, obrigado!!

Carla, obrigado!!

Ravnos_Blacklotus disse...

Quando estamos amargurados, todos temos meu caro, todos temos...

Clarice Lis disse...

Poeta, adorei, me deu até vontade de lançar uma nova modalidade de campanha - Plantar Palavras - quanto bem faria ao mundo.

Poeta Mauro Rocha disse...

Clarice, boa idéia.