quarta-feira, 8 de outubro de 2008

VÍRGULAS

Tanto quanto vejo, ando
na realidade que chove, danço
pela sombra noturna, finjo
no sorriso do lagarto, brinco
no beijo suave, deito
nos braços do rio, vago
no segredo baixinho, calo
no sol que nasce, desejo
nas folhas que caem, me vejo
no mar que vai, naufrago
no livro aberto, escrevo
no trem azul, trilho
no vento norte, fico
na cidade riscada, edifico
nos teus olhos, viajo
no teu corpo, sentimentalismo
no meu corpo, absolutismo
dentro do contexto, amo...

tanto quanto vejo, você...


MAURO ROCHA 08/02/02



13 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Que poema lindo1 Seria perfeito para um megapost!
Poeta:
Tenho algumas coisas a dizer. Não vou fechar o Blog, mas estou fazendo pequenas postagens de cenas de filmes com poemas ou letras de músicas (traduzidos por mim) relacionados. Ante-ontem fiz uma e ontem à noite fiz outra. Também decidi que não vou chamar ninguém para comentar os meus posts. Quem gostar de mim, o fará espontaneamente.
Um beijo,
Renata

KÁTIA CORRÊA DE CARLI disse...

Oi Poeta
Feliz a mulher que inspirou esses versos! e todas suas vírgulas...

beijo e luz

GUILHERME PIÃO disse...

Quando se ama, tudo pode tudo queremos...
Abraços

Bandys disse...

Lindo!!
no teu corpo, sentimentalismo
no meu corpo, absolutismo
dentro do contesto, amo...
tanto quanto vejo, você..


Acho que não é somente eu que esta nesse trem...rsrs

Mauro,
poetas amam mas do que deve??

beijos

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Com sua alma de poeta amar, fica lindo....
Querido amigo, fiz uma manifestação de um crime bárbaro de extorsão no meu blog. Apareça por lá.
beijos, " O bem de longe sempre vençe o mal"

Claudia Perotti disse...

Virgulas que encantam e ditam ritmo ...

Adorei!

Beijinhossssssssssss

Canto da Boca disse...

Ou seja, o homem e seu contexto, cada vez mais vivo no texto!

Bandys disse...

Mauro


Trouxe esse selinho pra vc...



selo

Dry Neres disse...

"nos braços do rio, vago"...

Me lembrou Manuel de Barros..
Eu adoro mesmo cara, teus textos..
Você é muito bom.. amei!

Zek disse...

Suaves palavras.......... suaves e belas!!!

Cristiana Fonseca disse...

Que belo.
Lindo fom de semana
Abraços,
Cris

nina disse...

oi poeta!
Vou pegar o violão aqui. Essas tuas rimas dao uma boa musica.

Carla disse...

entre vírgulas...a vida!
parabéns muito bom poema
beijos e bom fim de semana