quinta-feira, 29 de julho de 2010

09:14

Poesia muda
Muda poesia
Inunda,leve brisa
O dia, a noite escura...
Muda
Traz o amor verdadeiro
A solidão do dia frio
O sorriso brasileiro
Muda
Silenciosamente e turva
Vira o jogo, faz a curva
Penetra na essência
Da alma poetisa

Essencialmente despida
Poesia crua
Poesia sua
Poesia minha
Muda
No seu grito de vida
Muda a essência do mundo...


 
MAURO ROCHA 14/04/2004

8 comentários:

[ rod ] ® disse...

A dinâmica de uma poesia é a inteira necessidade de mudar sempre!

Abs meu caro.

IsaBele disse...

Poesia muda, muda. E grita.

Bj!

Marilu disse...

Querido poeta, poesia para reflexão...Beijocas

Mari Amorim disse...

Amigo poeta,
A poesia,deixa as mudanças mais suave.
Obrigada pelo carinho de sua sempre bem-vinda visita
Boas energias,sempre.
Mari

Bandys disse...

Mauro,

Um giro de mudanças atraves de cada linha da tua poesia.
Que mude a essência do mundo.

Beijos

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

a poesia nossa de cada dias que nos traz esses momento que vc bem colocou, a poesia que nos serve, como escrita no alívio da dor e na conquista da aelgria

Gilmar disse...

Meu caro amigo Mauro!

Precisava mesmo voltar logo! Dá uma saudade danada dos amigos, dos blogs, das falas poéticas.

Só passei para lhe trazer o meu abraço. Volto depois, para saborear mais!

Fraterno abraço!

Louise Oliveira disse...

Amei!
Bjs! Lu