quarta-feira, 21 de julho de 2010

CIDADE DE GIZ

Tempo faz tempo
Lento tempo
Já passou a colheita da uva
Espero outra primavera

O vento levou o lenço
Na camiseta o desenho do céu
Ela pensa no véu
Ele só tem o documento

No xadrez da vida
Cada jogada tem que ser pensada
Perdi o caminho
Mas vou na chuva para não ir sozinho

As cartas são dadas
Nem sempre o coringa está lá
Ela pensa no futuro
Ele trabalha mais de dois turnos

Ela joga tarô
Ele pensa no que sobrou
O tempo faz tempo
Eles fazem o momento

E assim nasce a cidade
O vento distrai o pensamento
Xadrez, cartas, tarô
O futuro está presente no horizonte

Ele não se esquece do ontem
Ela está sempre presente
Colhendo o fruto maduro
Ele pensa no futuro ao plantar cada semente...


MAURO ROCHA 21/07/2010

9 comentários:

Marilu disse...

Querido amigo, sempre o tempo...senhor de tudo...passado, presente e futuro...bela poesia..Beijocas

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

essa cidade tua me parece muito com o que acontece por aí em nosso país, amores em giz, belezas em giz, tudo aos poucos se indo , sem muito o que sentir saudades além das palavras depois?

Pat. disse...

Construímos nosso presente e futuro baseado em nosso agora.

Um beijo poeta, lindíssimo poema!

Noslen ed azuos disse...

Poesia lida
depois da lida da vida,
inspiração ou piração,
o importante
é a poesia lida.


Abração
ns

Paula Barros disse...

E a quem diga para não se pensar no futuro, porque o futuro não existe. Vivemos sempre pensando no futuro.

Você traz a dinâmica da vida, do ser humano, entrelaçado de passado-presente-futuro.

beijo

♫ ♪ Wilson ♫ ♪ disse...

Olá, amigo!
Estou retornando e passei pra te desejar uma boa noite.


Gostei do poema!!

Nosso futuro está nas sementes que germina no agora.

Abraços e Deus esteja sempre contigo.

Vivian disse...

...Tempo faz tempo
Lento tempo
Já passou a colheita da uva
Espero outra primavera.

meu querido poeta
eu tbm espero a primavera
porque detesto o frio...

bjbj, menino!

Maria Ribeiro disse...

MAURO:o Futuro existe no nosso presente...O tempo vai passando e as recordações também...Quanto mais desejamos uma nova Primavera. mais depressa vem o Outono...
ABRAÇO DE
LUSIBERO

[ rod ] ® disse...

O futuro só nasce do viver. Sem esse passo tosco e acelerado nossos sonhos ficam só no remoto querer! Abs meu caro.