sexta-feira, 20 de junho de 2008

O HOMEM NO MUNDO DA LUA

O silêncio possível do beijo
O grito ensurdecedor dos olhos
O toque do pensamento
E o dia que passa lento
Sem caminhos...
Sem caminhos...
Minhas asas esperam pelo destino
Que teus lábios conduzem
Nos sussurros noturnos
Dos segredos divinos
Que o silêncio possuí
Que os olhos gritam
Que a mente toca
E o dia passa
Sem caminhos...
Sem caminhos...
O amor constrói estradas...


MAURO ROCHA 20/06/2008

5 comentários:

ALZIRA disse...

Planeta terra chamando o homem, pode regressar o poema está muito bom

mundo a fora disse...

te deixe um presentinho no MUNDO A FORA espero q goste

bjoka

ótimo fim de semana

Zek disse...

Nossa, as vezes meus olhos também gritam ...... meus pensamentos tocam ..., profundo !!!!!!!!!

paula barros disse...

Mesmo sem caminho, a conclusão belíssima de que o amor constroi caminhos.

Canto da Boca disse...

(imagina se tivesse... Caminhos)