sexta-feira, 23 de maio de 2008

CONSTELAÇÕES

..aos que vivem sonhando acordado



O mundo é tão pequeno
Diante de teus olhos
Que tu vives no mundo da lua
Colhendo estrelas cadentes
Para semeá-las em espaços vazios...



MAURO ROCHA 05/08/2000

8 comentários:

Zek disse...

Palavras, leves simples e belas.... eu sempre vivi no mundo da lua, sempre colhi estrelas cadentes e as vezes semeei em espaços vazios !

Sou seu aluno !

Abraço

paula barros disse...

Vige Maria, foi escrito para mim foi? Pois é, vivo sonhando acordada, semeando as estrelas cadentes, a lua, o sol, o azul do céu, as nuvens, tudo, tudinho para preencher os espaços.

Lindo, parece simples, mas tem tanta poesia, dentro dessa poesia.

Oito anos depois e atingirá muitos corações sonhadores.

beijos

Renata Cordeiro disse...

Também sonho acordada. E não é metafórico não. Sou sonâmbula.
Meu amigo, como estás? Já estou com saudades.
Postei sobre um filme que vc já deve ter visto, mas que vemos sempre duas vezes.
Dá uma passada lá:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Renata M. P. Cordeiro

Martha Barbosa disse...

...Que tu vives no mundo da lua
colhendo estrelas cadentes...
Sua poesia me encanta, me deixa por momentos fora do mundo real. Adoro.Um abraço.
Fiz postagem nova, apareça por lá seu comentário é importante.
marthacorreaonline.blogspot.com

Crisfonseca disse...

Simplesmente lindo, sublime
Beijos,
Cris

Luís Nunes disse...

Melódico,gostei.

Poeta Mauro Rocha disse...

Zek, ainda está longe para ser professor , mas obrigado e que responsabilidade!!!

Paula, que bom!!!Obrigado!!

Renata, passarei por la´e obrigado pela visita.

Marta, bem vinda!!

Cris, obrigado.

Luis, volte sempre.

Canto da Boca disse...

...E de tao cheios de estrelas, semeadas, os espaços já nao sao mais vazios...
;)