quinta-feira, 15 de maio de 2008

SAGA TRANSATLÂNTICA

Transversal
Brasil, Portugal
Desde do descobrimento
Até o momento
O Portugal de Pessoa
O Brasil de Drummond
O fardo Buarquiano
Gira, roda, gira seu Leal
E José tão Saramago...
Das belezas Portugal
Das maravilhas Brasil
Nesta saga transatlântica
Fez festa, chegou o carnaval
O amor do caboclo
E a gaja sensual
Do império
A República Lulal
Dos costumes e misturas
A colônia virou país
A língua ficou natural
Com semelhanças a de Portugal
Distintos e irmãos
Transversal
Brasil e Portugal


MAURO ROCHA 15/05/2008

3 comentários:

Cristina disse...

Tão giros os seus poemas.
Um beijinho desta poetiza amadora.

ALZIRA disse...

Genial........

Claudia Perotti disse...

Gostei!
Beijinhosssssss