segunda-feira, 5 de maio de 2008

DILUÍDO

Distraído entre sombras
Procuro palavras-chaves
Nas areias do deserto
Onde encontrei um sorriso
Nas miragens dos olhos
No desejo da boca
No calor do corpo
O suor do rosto
Que encontra lágrimas
Nos dias de sol
Nas noites de lua
No labirinto da vida
Procurando a saída
Nas linhas da mão
Pelas esquinas
Pelos olhares
no Canto da boca
Distraído
Diluído
Parado
Vendo o mundo girar...
Girando
Vendo o mundo parar...


MAURO ROCHA 13/09/01

2 comentários:

Ravnos_Blacklotus disse...

Dos 3 postados
gostei especialmente deste
quando estou nas sombras me perco encontrando memorias de sorrisos...

Poeta Mauro Rocha disse...

Ravnos, também gosto desse e estou postando coisas antigas para que de certa forma as pessoas conheçam melhor o meu trabalho.