terça-feira, 27 de maio de 2008

SIMPLES CAFÉ

Passos largos e caminhos
O mundo sempre será um redemoinho
As linhas da vida são distintas
Tomo café e sinto preguiça.


É essa chuva boba que me faz dormir
É nesse vento frio que sinto falta de ti
Espero o sol entra pela janela
E refletir raios em teus olhos...


Passos largos e caminhos
No mundo sempre há alguém sozinho
As linhas da vida estão em suas mãos
Tomo café e sinto saudade.


MAURO ROCHA 14/05/2001

5 comentários:

Canto da Boca disse...

As linhas de lá, fiando até as de cá... Uma bele rede se trança nessa interface.
Estou tomando um café, enquanto te leio.
Andei ausente, meus afazeres me tomaram.
;)

Poeta Mauro Rocha disse...

Canto da boca, Obrigado!!!

F. Reoli disse...

Café, saudade... e um cigarro! (aqui)
Há braços

paula barros disse...

"As linhas da vida estão em suas mãos"

Gostei.

A vida está em nossas mãos e nós damos nós nas linhas.

R Lima disse...

Estou de volta e repleto de bons motivos para ti visitar.

Abçs meu caro,


Texto de hoje: pOrtAs abErtaS...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...