terça-feira, 20 de maio de 2008

LINGUAGEM

Vou em disparada
Espero na parada
O momento exato da palavra
Esse beijo em tua boca.



Vou bem devagar
Contando os passos de cá prá lá
No momento exato do verbo
Esse jeito de te amar.



Vou alternando o andar
Acompanhando o sol, a chuva
No momento exato da lua
Esse brilho no teu olhar.


Vou em disparada
Espero na parada
O momento exato da palavra
Esse momento de ficar sem roupa.


MAURO ROCHA 27/04/1999

2 comentários:

ALZIRA disse...

arrepiante.... no bom sentido

Poeta Mauro Rocha disse...

Alzira, ok!!rsrsrs